O Facebook acaba de deletar 196 páginas e 87 contas no Brasil alegando que participavam de "uma rede coordenada que se ocultava com o uso de contas falsas (...) e escondia a natureza e a origem de seu conteúdo com o propósito de gerar divisão e espalhar desinformação”. Uma explicação genérica e suspeita, cheia daquele discurso por justiça social e pela proteção dos usuários oprimidos. E é suspeita especialmente porque todas as páginas banidas  “coindecentemente” identificam-se como “de direita”.

A acusação é subjetiva e não se sustenta quando se pedem evidências. Alguém recebeu uma denúncia, investigou, acusou, julgou e condenou. Dentro de quatro paredes, sem dar chance de defesa ao “réu”.

“Pô, Luciano, mas o Facebook é uma empresa privada, pode fazer o que quiser”!

É. Mas por sua natureza e alcance, o Facebook cruzou os limites do que entendemos como liberdade de mercado. O produto que o Facebook oferece é o acesso a ideias e, diferente das mídias tradicionais, não tem um concorrente que possa lhe fazer frente. É dominância total. O Facebook é uma ferramenta de trabalho, de informação, de interação e relacionamento. E de repente, fica claro que a informação, a interação e os relacionamentos que ele permite, são apenas os que agradam seus donos. Inaugurando uma tirania digital, começa então a censurar ideias, o que seria um pequeno problema se ele fosse uma fábrica de tijolos, mas não é. O Facebook é um ambiente de circulação de ideias. A censura seria um pequeno problema se fosse um ambiente envolvendo pequenos grupos. Mas não é. São mais de 2 bilhões de usuários. Nessas proporções, seu impacto e influência na sociedade ultrapassa os limites da liberdade de mercado, para tratar dos limites de expressão, garantidos na Constituição.

Sabe o que vai acontecer? Haverá uma reação, políticos perceberão a manobra e será criada uma lei limitando a ação das mídias sociais na censura à liberdade de expressão.

Isso é bom? A mão peluda do Estado intervindo? Não, claro que não! Mas qual é o meio para se combater essa tirania digital?

Cara, mas sabe o que me embrulha o estômago de verdade? É ver jornalista velho celebrando a censura!

Assine gratuitamente o Cafezinho: WhatsApp: bit.ly/assinecafezinho

iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cafezinho-caf%C3%A9-brasil/id1281343582?mt=2

Feed: http://feed.portalcafebrasil.com.br/tools/cafezinho.xml

Oferecimento: http://cafebrasilpremium.com.br

00:0000:00
Share | Download(Loading)