O caso do triplex no Guarujá começou em setembro de 2016. Foram mais de 9 meses de investigações, recolhimento de provas, perícias e depoimentos, inclusive de 99 testemunhas, 73 delas de defesa. O resultado foi uma sentença com 218 páginas, fundamentada em 1000 itens. E sentença de 9 anos e meio de prisão. Você SabeQuem recorreu ao Tribunal Regional Federal 4, de Porto Alegre, onde três desembargadores não só confirmaram a culpa, como aumentaram a pena para 12 anos. Foi 3 a zero. VocêSabeQuem recorreu então ao Supremo Tribunal de Justiça de Brasília, onde cinco ministros confirmaram a sentença. Foi 5 a zero. Então VocêSabeQuem recorreu ao mesmo TRF4 de Porto Alegre. Perdeu por 3 a zero de novo. Foi então para o STF. Perdeu outra vez. E VocêSabeQuem foi preso. Semana passada um grupo do MTST invadiu o triplex do Guarujá e... surpresa! Fizeram um vídeo mostrando que o apartamento não vale nada, que as reformas nunca foram feitas, que não tem elevador privativo, que os móveis são de quinta categoria... Então tá. Aquele processo que passou por todos os escrutínios possíveis, que teve batalhões de advogados milionários vasculhando todas as provas e não conseguindo derrubá-las, foi baseado numa reforma que não existe. Nenhum advogado da defesa se lembrou de ir dar uma olhada no triplex, de confrontar a realidade com a versão apresentada pela acusação, de fazer um vídeo matador e destruir a acusação nos tribunais. Precisou de uma invasão do MTST, quase dois anos depois, para que a verdade fosse revelada. Moro e os procuradores construíram todo o processo baseados numa mentira que um militante iletrado pode destruir com a câmera de um celular barato. Tá serto. Cara, até quando o PT e seus comparsas tratarão os brasileiros como idiotas?

___________________________

Para assinar o Cafezinho:

No WhatsApp: bit.ly/assinecafezinho

Feed do Cafezinho: http://feed.portalcafebrasil.com.br/tools/cafezinho.xml

Para iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cafezinho-caf%C3%A9-brasil/id1281343582?mt=2

00:0000:00
Share | Download(Loading)