Me perguntaram por que os mais velhos têm dificuldades no mundo profissional, especialmente dentro das grandes empresas. Para explicar preciso dividir em acomodados e inconformados. Após os 45 anos de idade os acomodados começam a envelhecer no pior sentido. Calam-se e viram figuras quase decorativas, assistindo as besteiras sendo feitas pelos menos experientes e esperando sua hora chegar. Já os profissionais inconformados experimentam uma coisa louca: a bolsa escrotal perde a elasticidade. Ficam sem saco para ouvir absurdos, para aturar a repetição das besteiras, para lidar com idiotas, para dar murro em ponta de faca. Perdem a paciência para os joguinhos da política corporativa. Tornam-se contestadores, implicantes, chatos e pessimistas. E começam a incomodar o sistema. Deixam de ser convocados para as reuniões e eventos, são vagarosamente colocados para escanteio como se tivessem perdido seu prazo de validade. A maioria deles na plenitude da capacidade, mas cometendo o pecado mortal de não ter mais saco para a comédia corporativa. Velhos ranzinzas. Se no reino animal é a degeneração física que torna os mais velhos obsoletos, quando ficam fracos demais para se defender e se alimentar, no reino humano são os estereótipos. “Os mais velhos são cheios de defeitos e manias; já não têm energia para o trabalho; é mais difícil comandar os mais velhos, pois têm opinião e contestam tudo. Além disso, têm família, dores e compromissos que os mais novos não têm. Os mais velhos são mais caros; estão por fora das novas tecnologias e ondas do mercado; em geral são mais feios, mais lerdos e... ranzinzas.” No universo profissional dos medíocres, os jovens têm futuro enquanto os velhos só têm passado. É assim que o processo funciona. Seria triste, se não fosse burro.

________________________________

Para assinar o Cafezinho:

No WhatsApp: bit.ly/querocafezinho

Feed do Cafezinho: http://feed.portalcafebrasil.com.br/tools/cafezinho.xml

Para iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cafezinho-caf%C3%A9-brasil/id1281343582?mt=2

00:0000:00
Share | Download(Loading)