Cafezinho 226 - O MCSC

No ano em que nasci, em 1956, enquanto fabricávamos nossos primeiros automóveis no Brasil, os chineses andavam de carro de boi; os indianos, de elefante; os coreanos, a pé.

E andavam em estradas destruídas pelas guerras.

Aqueles países eram conhecidos pela miséria industrial, política e econômica. Gigantescos fracassos, que se apagavam diante da exuberância de um Brasil emergente.

Qualquer um apostaria em nós!

Pois é... Levamos quase setenta anos para inverter as apostas.

E hoje importamos automóveis da China, da Índia e da Coréia.

A expectativa dos loucos chineses, indianos e coreanos é de conquistar o mundo, como queriam os brasileiros de sessenta, setenta anos atrás.

A expectativa dos normais brasileiros de 2019 é ter um dinheirinho pra comprar um carrinho. De preferência chinês, que é mais baratinho. E até bonitinho.

É a expectativa de quem vive na média, acostumado com o que é meio-bom, meio-suficiente, meio-competente, meio-confortável, meio-saudável.

A expectativa de quem é meia-boca, de quem não percebe que meio-bom é meio-ruim, meio-honesto é meio-desonesto, meio-competente é meio-incompetente.

Com que metade você fica?

Mas uma pequena chama de esperança se acende. Nunca falamos tanto de política. Nunca explicitamos de forma tão clara nossa insatisfação.

Nunca tantos figurões estiveram na cadeia. Nunca ficou tão explícita a falácia do "país dividido!".

Nunca a mentira foi exposta com tanta clareza. Nunca se aplaudiu como hoje o combate à corrupção.

Nunca ficou tão claro que o mal feito, seja da cor, partido, sexo, ideologia que for, merece punição.

Apesar da gritaria de uma minoria perigosa e infeliz, que luta desesperadamente pelo retrocesso, parece que o movimento na direção do país que queremos é irreversível.

Um movimento que independe de partidos, de políticos, de líderes visionários, de gurus salvadores da humanidade.

Um movimento de quem está de saco cheio com o meia-boca.

Pois vou lançar a hashtg: #AquiNão pra gente usar quando ouvir o nhémnhémnhém do "sempre foi assim", "mas", "e o fulano?".

E lançar também o MCSC - Movimento dos Com Saco Cheio, composto dos que não se contentam com o meio, dos que querem o Brasil inteiro.

Mas é bom andar logo, viu?

Os chineses também querem.

 

De onde veio este Cafezinho tem muito mais, como palestras, podcasts, videocasts e textos. Acesse lucianopires.com.br e mergulhe no fitness intelectual.

Share | Download(Loading)