Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de perna? Quatro. Chamar o rabo de perna não faz do rabo uma perna. Quem dizia isso era Abraham Lincoln.

Este mês publiquei no Café Brasil Premium o PodSumário de um livro sobre accountability. Nele os autores falam de três tipos de realidade, o que ajuda a entender essa confusão toda na qual estamos metidos.

Existe a Realidade Fantasma, que é uma descrição imprecisa de como as coisas são.

Existe a Realidade Desejada, que é aquilo que você quer que aconteça.

E existe a Realidade em si, que é a descrição precisa de como as coisas são.

Os conceitos de Realidade Fantasma e Realidade Desejada são ótimos! Para sair da realidade fantasma para a realidade real (olha que loucura), é preciso ter as informações corretas, confiáveis. E é aí que o bicho pega.

Você viu no que se transformou a imprensa? Diga aí cinco jornais, revistas, programas de tevê ou rádio nos quais você confia. Só cinco, vai? Tá difícil, não é? Poucos passam por uma checagem da realidade, nem mesmo aqueles que dizem que checam a realidade!

E ficamos sem as fontes das informações confiáveis, vivendo na realidade fantasma criada por interesses que não são os nossos. Nos tornamos presas da turma que diz que rabo é perna. Em fuga, apelamos para a Realidade Desejada, criando em nossas mentes o mundo que queremos, e vivendo nele como se fosse real. E é aí que somos enganados, ludibriados, traídos. Por culpa de nossa recusa de ver a realidade cruel.

Até que aparece alguém que cospe a realidade na nossa cara. Quer um exemplo?

- O Lula tá preso, babaca!

Você viu o estrago que a realidade real fez num ambiente onde as pessoas viviam a realidade fantasma ou realidade desejada?

Então... fica esperto, meu.

Rabo não é perna.

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, um MLA – Master Life Administration, que ajuda a refinar sua capacidade de julgamento e tomada de decisão. www.cafebrasilpremium.com.br

Share | Download(Loading)