Numa de minhas palestras, almocei com o diretor de uma empresa, o Pereira. Ficou o tempo todo me contando das dificuldades em conseguir que seus funcionários fossem mais eficientes, como não tinham iniciativa e como ele tinha de ficar em cima... Como eu conhecia a figura, não precisei pensar muito para encontrar o problema. O Pereira dirigia o negócio com mão de ferro, quando entrava na sala as pessoas se encolhiam. Ninguém queria ser a vítima do dia, desmontada ao cometer um erro ou emitir uma palavra mal colocada. A única coisa que todos tinham em comum era…Medo. Medo do Pereira. O Pereira era um cagonauta.

Cagonautas passam a vida rodeados de cagões. Toda vez que o Pereira humilhava um funcionário, criava um cagão. E quando o fazia na frente dos outros 50 funcionários, criava 51 cagões. Ninguém queria ser o próximo a ser esculhambado, e os problemas iam crescendo. Ninguém era besta de levar más notícias para o Pereira. Quando o problema chegava ao conhecimento do cagonauta, era tarde demais, não dava pra corrigir.

A comunicação era totalmente truncada. Ninguém se dirigia ao Pereira de forma aberta, transparente. Tinham medo das consequências…

Olha, eu canso de encontrar cagonautas por aí, e nenhum deles percebe que aquele monte de cagões incompetentes em volta de si, são crias deles!! E os bons cagonautas cumprem pelo menos quatro regras básicas para a criação de cagões:

1. humilham os subordinados;

2. punem quem traz más notícias;

3. castigam quem falha na primeira tentativa e...

4. não dão espaço para a comunicação franca.

Você conhece alguém assim? Xi, seu chefe é um cagonauta? Hummm... tome cuidado, viu?

Ele está te treinando para ser um…Cagão!

 

Receba este podcast por Whatsapp acessando assinecafezinho.com

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, um MLA – Master Life Administration, que ajuda a refinar sua capacidade de julgamento e tomada de decisão. www.cafebrasilpremium.com.br

00:0000:00
Share | Download(Loading)