Período de eleições, as Fake News – notícias falsas - se transformaram em epidemia. Para reconhecê-las, você tem de verificar se essas notícias estão FUNDAMENTADAS, ESCANDALIZADAS e ESPALHADAS.

FUNDAMENTADAS: existe algum fundamento, alguma lógica nelas? É o que eu chamo do Fenômeno do Saci Pererê. A gente sabe que não existe, mas sempre tem alguém que conhece alguém que diz que viu, fragmentos de verdade aqui e ali, construções que aparentam ter lógica e colocam você em dúvida. É isso que basta. Plantar a semente da dúvida. Pô, se essa informação tem alguma lógica, deve ser verdade. Vou compartilhar!

Em seguida ESCANDALIZADAS. As fake News têm manchetes escandalosas, com apelo à emoção, chocantes. Manchetes assim desarmam nosso senso crítico, aguçam a curiosidade e fazem com que saiamos buscando por mais informações, acessando mais posts, e dando mais audiência para elas.

Aí vem o ESPALHADAS. Você começa a ver a notícia por todos os lados, nas mídias sociais, no Whatsapp enviado pela tia, no e-mail recebido de um amigo, e assim tem a impressão de que todo mundo está falando disso. E pra não ficar de fora, você fala também, compartilhando e ajudando a aumentar a impressão de que aquele é um tema dominante, logo, verdadeiro. Entendeu? Notícias impactantes, com alguma lógica e espalhadas por todos os canais têm grande potencial para serem fake news.

O que fazer? Primeiro, NÃO COMPARTILHE. Quebre a corrente.

Segundo, coloque a manchete no Google acompanhada do termo “boato” e veja no que dá.

Terceiro, devolva a mensagem para quem lhe enviou apontando a fonte que mostra que aquilo não é verdade. Fake News são como ervas daninhas, não se combate apenas aparando. Tem de arrancar pela raiz.

 

Receba este podcast por Whatsapp acessando assinecafezinho.com

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, um MLA – Master Life Administration, que ajuda a refinar sua capacidade de julgamento e tomada de decisão. www.cafebrasilpremium.com.br

00:0000:00
Share | Download(Loading)