Toda mudança implica em incomodação. Se não incomoda, não tem mudança. E a incomodação é tão maior quanto mais fundo se mexe.

Nas últimas eleições, ganhou um candidato com um discurso de mudança. E assim que tomou posse e começou a mexer nas estruturas, foi parecido com um daqueles filmes de monstro, não lembro de o Godzila, quando algum personagem começa a cutucar o chão até perceber que estava em cima do monstro, que acorda e começa a se mover, tentando expulsar quem o incomodava. E quanto mais o incomodador insistia, mais nervoso o monstro ficava...

Esse é o Brasil. Você pode escolher se quer colocar sua energia a serviço da mudança ou para parar as mudanças.

Pô já ficou nervoso? Mas o programa nem começou...

Share | Download(Loading)